the  Tropis' 
memory files

Dec. 2004 Who We Are page
concluding Oca Mundi Project's 1st phase

In December 2004, as we finished the Building Programme of Oca Mundi Project phase I, we celebrated posting in the web a portrait of that year's work central group with the following words: "the great subject of Tropis is RE-HUMANIZATION. Without the image and biography of REAL PERSONS, nothing we say would make sense!"

 

Central Group of Project OCA MUNDI 
& other TROPIS crew members in 2004
a gratitude tribute

 

 each person's head is a link to biography data taken on 29 March 2004 at the Praia Grande Bus Station

 

alphabetic order

Alexandre Vaz

Alexandre Gonçalves Vaz Silva was born in S.Paulo in 03.02.1983. Living in the Monte Azul neighbourhood, popped up at Tropis in 1996. In 97 we published some of his poems, of extraordinarily high quality, in the collection A taste of unripe lives and mature roots, and a commentary in the flap of Ralf Rickli's book O dia em que Tulio descobriu a Africa. In 99 he started leading the drawing activities at Tropis, especially the manga (Japanese style comics) Raizen Group. Discovered by our counselor  Marcelo Estraviz, went as an apprentice to Edunexo, were he worked until this web company closed its doors. For many years Alexandre helped Tropis with the computers network maintenance, illustrations - and as an interpreter, with his surprisingly good self-taught English. 

Since July 2004 Alexandre lives in Curitiba, married to a doctor and working in graphic and web design.

 back to the index-picture

Alisson Alves

José Alisson da Paz Alves was born Maceio', northeastern Brazil, in 14.07.1985, and came to S.Paulo (Monte Azul) in 1996. He got involved with Tropis firstly through the Submundo Theatre Group, where he acted in 45 Minutes of Love, and next through the Raizen Group (drawing). Alisson represented Tropis in several youth meetings, from Faxinal do Ceu (PR) to Salvador (BA). He and Thiago Tauan Mathias wrote in presented is one of those meetings the PETECA - Project of Thematic Meetings on the Brazilian Children's and Adolescents' Rights Law. Alisson has a special interest for poetry... and for agriculture! - but we admire the most his extraordinary understanding and ability to deal with children, as well as his aility to find new and didactically efficient ways to explain the Tropis ideas.

In 2006 Alisson started working in the Casa do Sol institution for mentally handicapped adults, to maintain himself while preparing to go to university to study Agriculture. He is also one of the responsible persons for the new Tropis Community House in Sao Paulo.

back to the index-picture

Ana Estrella Vargas

Ralf Rickli's e Consuelo Vargas' daughter, Ana Estrella Libertad Rickli Vargas was born in Los Teques, Venezuela, in 27.12.1983. She lived in Guarapuava and Curitiba (PR), Botucatu (SP) and especially in Teresopolis (RJ) until she came to S.Paulo and joined Tropis in 1997. She took part in the very first beginnings of the Provisorio Permanente band and the Submundo Theatre Group (45 Minutes of Love). Her special interest are the political questions related to education, culture and citizenship.

In 2006 Ana Estrella, which has a technical degree in Administration, works in Sao Paulo's Administration Secretary and studies at the Sao Paulo School of Sociology and Political Science.

back to the index-picture

Carlinhos dos Santos

Carlos Roberto Amaro dos Santos was born in Sao Paulo on Christmas 1981, and has ancestors in almost every part of Brazil, from Goias to Ceara'. He joined Tropis in the Community Radio Course, taking part also in the Submundo Theatre Group projects - but it was in the great difficulties Tropis went through in 2002-03 that we got to know all his strength and solidarity qualities. In the reform and building works in 2003 and 2004, the notions he inherited from a carpenter father brought him to a leading position - at the same time he gave rhythm to our days with the guitar he is playing better everyday.

In 2006 also Carlinhos had to go back to Sao Paulo, where he has been helping his father in carpentry work and thinks of joining the new Tropis Community as soon as possible.

back to the index-picture

Cíntia Nuspl - TO BE TRANSLATED SOON

Cíntia Nuspl Oliveira nasceu em Guarapuava, PR, em 25.03.1983, filha de Free Nuspl e do artista plástico Fleidésio Oliveira. Tendo acompanhado a mãe por vários Estados brasileiros e pela Alemanha, chegou a S.Paulo em 1998. Participou inicialmente do grupo de teatro da Associação Monte Azul, e logo depois do Raizen Group (desenho) na Tropis - mas foi principalmente ao levar o papel de mãe de duas crianças sem abandonar os estudos que mostrou sua garra. Em 2003, em S.Vicente, desempenhou um papel inédito na Tropis, que foi a atenção às mães e avós do bairro, dando aulas de trabalhos manuais e alfabetização. Em 2004 colaborou energicamente nas obras da Tropis em Praia Grande, até optar por reassumir a vertente matogrossense da sua vida.

Depois de um período em Mato Grosso e outro em Ponta Grossa (PR), em 2006 Cíntia reside em Curitiba.

back to the index-picture

Du Alves Coutinho - TO BE TRANSLATED

Eduardo Alves Coutinho nasceu em Osasco (SP) 03.12.1981. Vivendo na região do Jd. São Luiz, chegou à Tropis no Curso Rádio Comunitária em 2000. Participou de projetos do the Submundo Theatre Group, tomou aulas de violão, apaixonou-se pelos temas filosóficos e psicológicos e pelo... violino! (Em 2003, através de uma campanha da Tropis na Internet, conseguiu finalmente um instrumento de estudo, doado pelo médico, antropólogo e antropósofo Wesley Aragão de Moraes, de Juiz de Fora, MG). Como parte da Trupe da Tropis seu violão acompanhou Paula da Paz no I Seminário Pró-Implantação da Universidade da Paz da ONU em S.Paulo. No dia-a-dia da Comunidade cuidava sobretudo das questões de transporte, abastecimento e manutenção de veículos - até decidir-se pela a aventura de Mato Grosso com Cíntia Nuspl - com quem já vinha partilhando a aventura da paternidade.

Em 2006 Du está em Curitiba, com Cíntia, Tauana e Eros o desafio que é hoje para todos os jovens a construção de uma vida autônoma.

back to the index-picture

Eros Nuspl Jancoski - TO BE TRANSLATED

Filho de Cíntia Nuspl e Bruno Jancoski, Eros nasceu em Itapecerica da Serra SP em 11.01.2000. Foi o primeiro dos "filhos da Tropis" (ou mais precisamente de "tropeiros", logo seguido por Potyra, Yasmin, Luca e Tauana...) Em 2006 Eros começou a ir para a escola em Curitiba.

Obrigado, Eros, por ter ajudado a colorir a vida da nossa comunidade por vários anos, com a sua inteligência, sensibilidade e vitalidade! 

back to the index-picture

Free Nuspl - TO BE TRANSLATED

Elfride Maria Nuspl (Rickli por adoção, ex-Oliveira e ex-de Freitas) nasceu em Guarapuava (PR) em 14.07.1964 de uma família de suábios do Danúbio (Donauschwaben), porém com a doença e falecimento da mãe cresceu na família Rickli, como irmã de Ralf. De 1982, quando a gravidez interrompeu seu curso de Magistério, viveu as mais variadas aventuras no Paraná, Rio Grande, Mato Grosso e Alemanha - até concluir seu curso em Turismo em 2004, no litoral paulista. Na Tropis, Free respondeu como primeira presidente da Associação (1998-2001) e colaborou em inúmeras ocasiões como Relações Públicas e no enfrentamento das mais variadas questões do dia-a-dia - em S.Paulo, Peruíbe, S.Vicente e Praia Grande.

Em 2006 Free está vivendo em Curitiba, tendo descoberto no cuidado de idosos o seu mais novo desafio!

back to the index-picture

Gil Marçal - TO BE TRANSLATED

Nascido Gilson Donisete Marçal, em S.Paulo, em 16.06.1979, com raízes no Norte de Minas. Desde criança teve um rico embasamento em teatro, música e dança na Associação Monte Azul (e mais tarde também em educação e ativismo social). Foi o segundo jovem a se juntar à Tropis, já em 1995, tendo participado intensamente de todos os seus processos até 2002 - inclusive dirigindo o the Submundo Theatre Group desde o seu início em 98. A experiência tropisiana esteve sempre presente como um diferencial visível em seu trabalho em locais como o Canal Futura, o Instituto Sou da Paz, as oficinas da Prefeitura de S.Paulo orientadas por Augusto Boal e Pedro Braz, o gabinete da Secretaria Municipal de Cultura.

Em 2006 Gil segue trabalhando na Secretaria Municipal de Cultura enquanto cursa o 2.º ano de Ciências Sociais na PUC. 

back to the index-picture

Gunnar Vargas - TO BE TRANSLATED

A história de Gunnar Natanael Rickli Vargas começou na Inglaterra com o encontro de Ralf Rickli e Consuelo Vargas - porém preferiu nascer em Chacao, na Grande Caracas, em 01.12.1981. Viveu no Paraná (Guarapuava e Curitiba), Botucatu (SP) e Teresópolis (RJ), e em S.Paulo desde 1996. Aí estudou violão com Marco Prado e Éder Sandoli na ULM, participou da Tropis desde as primeiras OCAs, criou a banda Provisorio Permanente, compôs para as peças do the Submundo Theatre Group, juntou-se a Paula da Paz no trabalho musical e na vida pessoal - com a "composição" de Potyra. Passou 2001 em Maceió, de volta produziu na Tropis os shows e eventos da campanha O Reencantamento do Mundo, e coordenou a Casa de Cultura Tropis em S.Vicente de onde voltou a S.Paulo como produtor cultural no então recém-criado CEU Cidade Dutra, onde trabalhou até 2005.

Em 11.05.2006 Gunnar completou a gravação de um CD-Demo do Provisorio Permanente com oito músicas recentes (que pode ser obtido através de Gil Marçal - contact logo acima) . e no dia 13 desembarcou com a filha Potyra em Sevilha, Espanha, para novas experiências de que manteremos relato na página A Tropis Hoje.

back to the index-picture

Mário Barbarioli - TO BE TRANSLATED

Mário nasceu no interior do Espírito Santo em 19.01.1956, tendo vivido (entre outros lugares) no Rio, em Roma e Amalfi (Itália), e especialmente em Curitiba. Dono de extraordinária capacidade autodidática, sempre surpreende com seu variadíssimo conhecimento de línguas, com suas incríveis habilidades práticas, com a (aparente) simplicidade da sua sofisticação e com a sofisticação da sua simplicidade. A convite, passou com a equipe da Tropis em 2004 alguns meses inesquecíveis, planejando e dando início à reforma do galpão cedido à Tropis pela ASACAR, em Praia Grande. Depois foi produzir geléias em um sítio em Quatro Barras (PR), trocado por outro mais próximo de Curitiba em 2006.

back to the index-picture

Paula da Paz - TO BE TRANSLATED

Ana Paula da Paz Alves, nasceu em Maceió em 09.07.1982, e veio para S.Paulo em 96. Tendo conhecido membros da Tropis na escola, logo fazia parte do the Submundo Theatre Group e da banda Provisorio Permanente, e se aperfeiçoava com aulas de voz na ULM. Entre outras apresentações destacamos a com o Provisorio e Renato Braz no KVA (12/2000) e a no I Seminário Pró-Implantação da Universidade da Paz da ONU em S.Paulo, com Du Alves Coutinho ao violão (10/2003) - atividades que não a afastam de uma valente e polivalente atividade como mãe de Potyra e no trabalho cotidiano da Comunidade. Canto, massagem, capoeira como movimento e como caminho sócio-pedagógico, tradição afrobrasileira e espiritualidade universal - eis a praia de Paula hoje.

Em 2006 Paula mantém-se como recepcionista na Clínica Tobias enquanto colabora na implantação da nova República Tropis em São Paulo e aguarda oportunidade de retornar com mais força ao canto, à capoeira e ao trabalho sócio-pedagógico direto.

back to the index-picture

Peu Pereira - TO BE TRANSLATED

Embora ausente na foto de 2004, Wesley Pereira Jaime participa da Tropis desde 2000 - como o Peu da Gaita na banda Provisorio Permanente, no antigo Ateliê Terapêutico e em outras atividades de pintura, como pai de Yasmin e de Luca e em mil outras frentes. Amostras da sua pintura até 2004 podem ser vistas na página http://peu.tropis.org 

Em 2006 cursa o 2.º ano de Ciências Sociais na PUC. Sua fome de discussão filosófica e antropológica foi um dos motores da reativação do Núcleo de Estudos Tropis (ver página A Tropis Hoje). Peu participa ainda da implantação da nova República Tropis em São Paulo e se prepara para a realização de um vídeo com apoio do Programa VAI, da Secretaria Municipal de Cultura.

back to the index-picture

Potyra da Paz Rickli - TO BE TRANSLATED

Filha de Paula da Paz e de Gunnar Vargas, Potyra ("flor" em tupi) nasceu em Maceió 14.02.2001, e desde 2002 dinamizou o dia-a-dia da Tropis Litoral com sua incrível energia e (para não negar a filiação) afinação vocal. Em maio de 2006 embarcou para a Espanha com Gunnar, passar uma temporada com a prima Laurinha e outras aventuras mais...

back to the index-picture

Ralf Rickli

Ralf was born in Curitiba in 15.04.1957. He does not know how to live without writing, teaching and... imagining different ways to do things. More biographic and professional information at http://ralf.r.tropis.org

back to the index-picture

Tauana Nuspl Coutinho - TO BE TRANSLATED

Filha de Du e de Cíntia, Tauana nasceu em Peruíbe (SP) em 11.11.2002, e viveu seus primeiros 2 anos numa situação tão comunitária que de início chamava de "mãe" todas as mulheres da idade da mãe, e de "Du" todos os homens da idade do pai... Hoje vive com os seus em Curitiba. Obrigado, Tauana, pelos dias em que conviveu conosco, e que nunca lhe falte alegria!

back to the index-picture

       


home